Em suas próprias palavras: Eleanor Meltzer

Gerente de Risco para a Experiência do Cliente da EA, fala sobre seu trabalho de criar um ambiente seguro para os jogadores.

Na Electronic Arts, tudo que fazemos é para inspirar o mundo todo a jogar. Aproximadamente 8.800 funcionários trazem o espírito de jogar para a EA todos os dias, vivendo o nosso propósito e crenças – criatividade, pioneirismo, entusiasmo, determinação, aprendizagem e trabalho em equipe – para oferecer experiências poderosas e envolventes para milhões de jogadores em todo o mundo. Para homenagear os funcionários que incorporam esses valores no trabalho, a EA recentemente lançou a primeira premiação anual de propósito e crenças.

Conheça Eleanor Meltzer, Gerente de Risco para a Experiência do Cliente da EA, que recebeu o prêmio Inspire the World to Play por seu trabalho protegendo a empresa e criando um ambiente seguro para os jogadores. 

 

Qual é sua função na EA?

Sou parte da equipe responsável por criar um ambiente seguro para os jogadores e funcionários, protegendo-os de fraudes de engenharia social. A engenharia social pode assumir diversas formas, prejudicando a experiência do jogador expondo conteúdos para roubo e com o potencial de dar aos fraudadores uma vantagem injusta dentro dos jogos. A parte mais fascinante do meu trabalho é localizar áreas de vulnerabilidade e trabalhar com as equipes de toda a EA para determinar o melhor plano de ação para manter nossos jogadores seguros, entretidos e dentro do jogo!

Eleanor entra no palco para receber o prêmio Inspire the World to Play

O que você mais gosta no seu trabalho?

Todo dia, tenho a oportunidade de refletir sobre os desafios da gestão de riscos a partir de uma perspectiva global. Afinal, a EA é uma comunidade global com milhões de jogadores em todo o mundo. Sou formada em relações internacionais e ciência política, participei de diversas negociações de livre comércio como especialista de marcas comerciais, então nossas obrigações diárias com sensibilidades culturais, esforços de localização e perguntas dos jogadores é incrivelmente estimulante.

Temos uma comunidade imensa de jogadores e todo dia é uma oportunidade de aprender algo novo, o que é empolgante!  

Qual é o seu jogo favorito de todos os tempos?

Eu adoro a série Mass Effect. O Mass Effect oferece um mundo aberto enorme para você explorar e curtir. Tanto jogando a campanha de um jogador quanto a multiplayer, o jogo se apresenta lindamente e eu gosto disso.

Eu até jogo com o meu marido, mas ele joga no nível de dificuldade "insanidade" e eu jogo a "narrativa". É maravilhoso ter um jogo que todos podem curtir, independente do seu nível de habilidade.

Quais são as suas memórias mais antigas com videogames?

Antes de entrar para a EA, eu tinha um pouco de experiência com jogos, mas não me definiria como gamer. Cresci sem uma TV ou console de videogame, então para mim, entrar para a empresa foi uma oportunidade de aprender sobre o mundo dos games, enquanto aplico minha experiência com gestão de risco de maneiras novas. 

Na sua cabeça, o que significa inspirar o mundo a jogar?

Para mim, a maneira que eu vivo o propósito da EA é criando um ambiente seguro para os nossos jogadores, enquanto proporciono aos representantes de experiência do cliente as ferramentas e recursos para fornecer o melhor serviço possível. Não somos a polícia. Nosso papel é olhar para o panorama e determinar qual é o melhor modo de isolar nossos jogadores e funcionários das fraudes de engenharia social. Fazendo isso, inspiramos nossos jogadores de um jeito divertido e cativante, enquanto estabelecemos a confiança e relacionamentos fortes.

Como foi a sua experiência ao receber o prêmio Inspire the World to Play?

Foi uma experiência incrível ser reconhecida em nosso Salão Global e participar de um almoço com os executivos da EA, que realmente fizeram com que o prêmio fosse especial para nós. O fato de a EA permitir que eu tivesse a oportunidade de dar uma doação generosa para a organização sem fins lucrativos de minha escolha foi um dos melhores reconhecimentos que eu poderia ter recebido. A organização que escolhi foi o Volunteer Legal Services of Central Texas, um órgão impactante que proporciona serviços jurídicos gratuitos a indivíduos de baixa renda que não poderiam pagar por um advogado.

Além disso, minha aparência será usada em um dos treinadores do FIFA 18, o que eu acho muito divertido! É claro que vou comprar uma cópia e vou mandar todos os meus amigos jogarem também.

Todos têm a oportunidade de ter um impacto desde seu primeiro dia e você não precisa provar o seu valor para ser considerado parte da família da EA.

O que isso significa receber reconhecimento?

Já que eu entrei para a EA só em fevereiro de 2016, o fato de os meus colegas terem indicado alguém novo gera humildade, pois mostra que todos da EA são uma parte vital da equipe, independente do tempo em que estão na empresa. Todos têm a oportunidade de ter um impacto desde seu primeiro dia e você não precisa provar o seu valor para ser considerado parte da família da EA. Como resultado disso, podemos nos movimentar mais rápido como uma empresa, pois todos se sentem estimulados para fazer a diferença para os nossos jogadores.

 


Tem curiosidade sobre trabalhar com jogos? Acesse nossa página de carreiras!

Fique por dentro de tudo relacionado à EA: leia nosso blog, siga-nos no Twitter e curta nossa página no Facebook.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em suas próprias palavras: Florian Le Bihan, Designer Competitivo no Battle…

Electronic Arts Inc.
12/12/2017

Em suas próprias palavras: Lacy Rohre

Electronic Arts Inc.
18/08/2017
Conheça Lacy Rohre, gerente sênior de conteúdo e comunicações da Ajuda da EA

Em suas próprias palavras: Christoffer Pettersson, engenheiro de software g…

Electronic Arts Inc.
09/05/2017
Conheça Christoffer Pettersson da EA Tiburon, engenheiro de software gráfico II do EA SPORTS Madden NFL.